A dependência química é uma síndrome caracterizada pela perda do controle do uso de determinada substância psicoativa. Os agentes psicoativos atuam sobre o sistema nervoso central, provocando sintomas psíquicos e estimulando o consumo repetido dessa substância.

Alguns exemplos são o álcool, as drogas ilícitas e a nicotina.

Diversos motivos podem levar uma pessoa a usar drogas. Muitos dão seu primeiro passo pela curiosidade, em busca de diversão, porque os amigos apresentaram, por esforço para melhorar o desempenho atlético ou escolar ou para aliviar estresse, ansiedade ou depressão.

Ao se tornar dependente de substâncias químicas, a droga assume um papel de importância na sobrevivência semelhante a comer e dormir. O dependente passa a experimentar o desejo incontrolável de consumir a droga e ela ganha o status de essencial no dia-a-dia. Toda atividade passa a incluir a droga como peça central, razão de marcar encontros e agendar compromissos, relegando saúde, família, amigos e carreira ao segundo plano.

O objetivo de nosso tratamento é a quebra de padrão de abuso da substância, mas também uma preparação para a reinserção do paciente na sociedade, no exercício da sua cidadania e do seu papel familiar, conscientizando-o de sua enfermidade e de sua cronicidade, colocando-o na posição de responsável pela manutenção constante da sua recuperação.

Atendimento pelo WhatsApp